sábado, 2 de junho de 2018

Rebentos

Não acho que as crianças sejam o melhor do mundo, nem de longe nem de perto, mas não posso deixar de me surpreender com as minhas reacções diante de um recém-nascido. O mais recente membro da minha família acabou de nascer (não, ainda não é o meu sobrinho to be) e eu fiquei tão enternecida (facto já por si digno de registo per se e que comprova que no fundo, no fundo sou um coração mole), mas acima de tudo feliz pelos pais, pelo tio e pela avó. Na verdade, acho que toda a minha família está feliz por este novo rebento.
Mais umas semanas e chega o gémeo! :) (e não querendo puxar a brasa à minha sardinha, espero que ainda seja mais fofo que este)

Sem comentários: