terça-feira, 3 de abril de 2018

Dois berros

Estou para aqui a pensar quando foi a última vez que gritei ou mesmo levantei a voz para alguém. Nem nas milhentas aulas que dou preciso de levantar a voz. Em casa também não me lembro de gritar. Já sei! Deve ter sido em algum concerto numa daquelas minhas interpretações muito sentidas e extremamente emotivas em que eu não canto, grito! Mas ontem a emoção foi outra e se há coisa que me tira do sério é falta de respeito e má-criação, gritei como não me lembro de ter gritado cá em casa. Já tenho pouca tolerância para crianças em geral, mas crianças mal-educadas não suporto e pelos vistos torno-me verbalmente agressiva. (Só a mandei calar-se). Uma criaturinha manienta não responde torto à minha mãe e eu fico a ver. Até posso ter sangue de barata para muita coisa, mas há coisas que não aceito e não permito.

4 comentários:

Boop disse...

Quem fala assim não é gago!

Calíope disse...

Mas não gosto nada e pior é que fico mais aborrecida do que as pessoas visadas.

Menina Marota disse...

E fez muito bem! Criança tem que ser educada! E deixem-se lá de traumatismos...

Calíope disse...

Não é minha e não tenho muita paciência para crianças... má-educação é que não... não em minha casa!