domingo, 15 de abril de 2018

A vida real supera a vida virtual

Fui ver uma ópera e confirmei (pela enésima vez) que ópera não é bem o meu género, pois tenho cera nos ouvidos e não sei apreciar este género de canto. Durante o decurso do enredo, enquanto observava o maestro (!) e ia seguindo a acção, lá aproveitei o tempo para pensar na minha vida (como se não o fizesse em todos os outros momentos). Resolvi que deveria inscrever-me numa rede social de encontros, pois as pessoas que conheço não me preenchem. Tive tempo suficiente para pensar em prós e contras e por isso passou a ser ponto assente.
Saí da ópera e está um tempo tão fabuloso que vim para casa a pé. Pelo caminho, cruzei-me com um tipo que pára e me chama! Eu parei e fiquei a olhar para ele à espera que me perguntasse as horas ou uma direcção ou um cigarro... e ele "Sabes quem eu sou?". Era um antigo aluno meu de um curso qualquer que eu dei e que em dois dedos de conversa me convidou para um concerto dele amanhã, onde toca trombone  (disse que não podia) e "Eu acho que tenho o teu e-mail, se calhar podíamos ir tomar um café".
Não faço ideia se ele escreve ou não, se vamos tomar café ou não, mas parece-me um sinal claro para não me inscrever em lado nenhum e um sinal ainda mais manifesto que a vida acontece quando a gente sai de casa.

7 comentários:

Boop disse...

Só de ler o título, antes sequer de abrir o teu blog, já concordava contigo!

Calíope disse...

Tirando o Mergulhos - que adoro e a que sou devota - as minhas tentativas de incursões em cenas virtuais são um autêntico flop. A culpa deve ser minha que sou uma incrédula mas que depois está à espera de milagres!

Ana A. disse...

Calíope, parece-me que leste bem os sinais desta vez! ;-)

Calíope disse...

Ainda bem. Espero que sim!

Lois Lane disse...

Estou sempre a dizer isso a uma amiga minha! Que se ela não sair de casa, muito dificilmente vai lá um gajo jeitoso bater-lhe à porta. Só se for o da Meo! :)

Boop disse...

Lois,
Não esqueçamos os entregadores de pizza!
;)

Calíope disse...

Lois: Imagino que a tua amiga não seja a minha amiga para quem eu tenho exactamente o mesmo discurso. No outro dia foi lá o homem da Vodafone e eu dei-lhe a missão de lhe sacar o número do telemóvel. Resposta: "Tinha a nossa idade, mas parecia muito mais velho... e era feio!". Pronto. Não dá para contra-argumentar.

Boop: E as entregas dos correios?! É todo um filão! :D