terça-feira, 13 de março de 2018

Jogo de espelhos

Já há muito que penso que é nas costas dos outros que vemos as nossas, mas nunca me tinha ocorrido que também podemos ver a nossa cara na cara dos outros. Pode não ser assim tão óbvio por uma questão de perspectiva, mas podemos aproveitar as lições (porque há sempre lições a tirar).

(Em A Gorda de Isabela Figueiredo, David não queria que Maria Luísa saísse com os seus amigos porque tinha vergonha da aparência dela, supostamente era gorda. Maria Luísa passou anos a achar que o problema era seu...).

Sem comentários: