segunda-feira, 5 de março de 2018

I need your arms around me, I need to feel your touch

Never there.
You never there.
You never ever ever ever there.

Isto é Cake e na verdade a cereja em cima do bolo de que de repente se fez luz!

(Eu não me chamaria Maria Calíope se não encontrasse a minha vida numa letra qualquer, mas vá, este é um grande som e não daquelas pessegadas de que eu gosto. E não fui procurar nada, veio agorinha mesmo parar aos meus ouvidos).

2 comentários:

Gil António disse...

Visitando, lendo, gostando do espaço, prometendo voltar.
.
* Chuva que acalma CORAÇÕES … secos pela desventura *
.
Cumprimentos poéticos
Votos de um dia feliz

Calíope disse...

Bem-vindo ao Mergulhos, Gil! Volte sempre!