sábado, 31 de março de 2018

Foquinha

Um dos principais motivos para vir para Lisboa por esta altura tem agora uns 14kg! A minha sobrinha é o bebé mais fixe de que há memória. Costumo tentar comunicar com ela por skype, mas como a minha mãe não a deixa tocar no computador, ela perde sempre o interesse em "falar" comigo ao fim de 30 segundos. Por isso, não fazia ideia se ela iria (1) reconhecer-me, (2) gostar de mim, (3) deixar que eu brincasse com ela. Não sei se me reconheceu como sendo a pessoa do ecrã, mas não me estranhou, o que para mim já foi motivo de contentamento. Mais do que isso, deixou que lhe desse a comida, quis andar de mão dada comigo na rua ou até no meu colo e veio puxar-me várias vezes para brincar. Pode parecer ridículo, mas só por isso já valeu a pena ter vindo cá e ter engolido alguns sapos que infelizmente lhe estão associados. Mas o completamente inesperado passou-se hoje. Pude levar a minha sobrinha à natação! Ela não quis fazer rigorosamente nada do que era suposto, mas andei com ela para a frente e para a trás a pedir-lhe que batesse as perninhas, enquanto tentávamos apanhar bolas e outros bonecos. Para ela, foi possivelmente um sábado como outro qualquer. Para mim, foi ver a foquinha mais fofa de todos os tempos a brincar dentro de água! De tarde, o ponto alto das brincadeiras foi quando jogámos às escondidas e dançámos!!!

2 comentários:

Mafalda Oliveira disse...

É simplesmente fantástico não é?! Pena ser poucas vezes...

Calíope disse...

A miúda é mesmo gira! Desde que ela nasceu, eu venho mais vezes a Lisboa e ela passou a ser o peso-pesado das minhas opções.