terça-feira, 30 de janeiro de 2018

Say my name, say my name

O programa do dia incluía uma visita guiada ao campus universitário da Universidade das Índias Ocidentais. É enorme, todo bonitinho, com relvados espaçosos, árvores lindíssimas (e para eu estar a comentar árvores, imagine o querido leitor que eram mesmo qualquer coisa), muitos estilos arquitectónicos, que estranhamente se conjugavam em harmonia. O último passo da visita foi a biblioteca, onde para entrar tivemos de nos registar na entrada. Entrámos, vistitámos, saímos e ao entregar o cartão que nos tinham dado, a funcionária diz:
- Quem é Maria Calíope?
- Sou eu. Disse eu, chegando-me à frente.
- Ah! Eu vi o seu nome nos cartazes. Vai ter um evento para a semana, não é?
- Sim.
E ri-me! Não sabia que figurava em cartazes e muito menos que havia pessoas a memorizar o meu nome.

Vamos ver como corre até à próxima semana...

Tunapuna, às 23:06