segunda-feira, 10 de julho de 2017

Be afraid of what you wish for IV


Não sei de que buraco saiu. Possivelmente estava aborrecidíssimo em casa sem nada para fazer e resolveu dar uso ao telefone.

Mas eu ainda há pouco me lembrava das lágrimas no concerto da Adele e na semana passada sem querer enganei-me no nome do outro, invocando o deste. (E os 2 pastéis de nata que levei para Bratislava).

E eu?
Eu pago para ver, claro!

(Amanhã aparece-me o Ibrahimovic no jornal, quer apostar, querido leitor?)

Sem comentários: