sábado, 29 de abril de 2017

Colegialidade

Os títulos académicos na Áustria são de suma importância, o Estado identifica-os como parte do nome do cidadão. Julgo que este exagero está directamente relacionado ao facto dos títulos nobiliárquicos terem sido banidos com a queda do Impérito (acho eu). Bom, mas dizia eu que os títulos são muito importantes e eu, que fiz o doutoramento na Universidade de Viena, recebi do estado austríaco a autorização de usar o título de Dr.phil. Nessa altura, recebi automaticamente uma actualização do meu cartão de saúde com o meu novo nome. Isto tudo para dizer que quando vou ao médico sou anunciada, chamada e tratada por Frau Dr.
Ontem numa consulta, onde eu tive de me apresentar no belo modelito skinny jeans de ganga e botas pelo joelho (o que querendo ou não é sempre meio confrangedor, não propriamente pela parte vestida), o médico estica o braço para me cumprimentar e diz: "Olá... colega!"
É a segunda vez que isto me acontece. Eu tratei logo de explicar que não, não sou médica, mas que tenho um doutoramento em filologia. Pronto, foi o ponto de partida para toda uma conversa sobre as capacidades linguísticas... do médico.
E sim, está tudo bem, não tenho nada.

Sem comentários: