domingo, 16 de outubro de 2016

322º momento cultural: M. Claude und seine Töchter

Há uns anos fui ver este filme ao cinema e apesar de ter cumprido a sua função de entretenimento, achei o filme muito sobrevalorizado enquanto comédia. As piadas eram mais do que previsíveis e isso é logo meio caminho andado para eu não achar piada.
Dei com o dito filme como peça de teatro e o facto de ter pelo menos um mês de sessões esgotadas fizeram-me ir vê-la. Voltei a recapitular a mesma história. Um casal de franceses com quatro filhas: 3 casadas com 3 indíviduos de sua nação (um muçulmano, um judeu e um chinês) a 4ª andava com um africano, mas ninguém sabia... A história foi a mesma do filme, mas gostei muito mais da encenação. O início foi muito bem conseguido, com o lançamento do bouquet para mostrar os diferentes casamentos (o lançamento do bouquet que serviu igualmente para os agradecimentos finais). A história como disse não trouxe qualquer novidade, mas não sei se por isso acabei por prestar mais atenção aos diálogos e mesmo à reacção do público. Em certos momentos fiquei na dúvida se estariam a aplaudir deixas extremamente racistas ou à sua comicidade e à forma como foram contra-argumentadas. 

Sem comentários: