sexta-feira, 15 de julho de 2016

Toca piano e fala francês

No meio - na verdade no fim - da euforia da final do Europeu, voltámos a combinar outro almoço. Ele escolheu o sítio e fez a reserva. Óptimo! Que eu gosto de gajos com iniciativa. Vá, co-iniciativa, a parte de irmos almoçar fui eu quem dinamizou!
Por coincidência, havia um piano na sala onde estávamos e ele disse que tocava. Sim, eu tinha uma vaga ideia, mas não tinha percebido que tinha diante de mim um autêntico pianista - com prémios ganhos e tudo! Bom, ele tocou umas quantas notas antes da entrada... e depois do almoço duas peças de Chopin (e uma outra que eu conheço mas não sei identificar). Eu estava deliciada e aplaudi no fim, está claro! Que bem que ele toca e mais - aquilo que estou sempre a dizer - quando as pessoas fazem as coisas com prazer tudo melhora.
Depois perguntei se falava francês também: "Sim, é a minha língua preferida!"

Ai a minha vida que eu não aguento isto!

Sem comentários: