segunda-feira, 4 de julho de 2016

Fui correr e não morri

Corria o ano de 1994 e eu estava no Canadá. Depois de um mês e com um mês pela frente e sem muito o que fazer, resolvi fazer o que eu achava ser típico na América: jogging. Durante quatro semanas, ia correr todos os dias de manhã, com os meus reebok de corrida brancos comprados lá mesmo, o boné de Boston, o walkman que tinha ganho na colecção dos Escuteiros Mirins e a contar o tempo no meu pop-swatch (e uma t-shirt e uns calções quaisquer). Lembro-me perfeitamente de correr da porta de casa até à igreja e voltar. Comecei a fazer o percurso a 30 minutos e terminei a 23. Chegava a casa transpiradíssima, tomava banho, almoçava e regra geral passava a tarde a ver séries na tv e a comer as melhores batatas fritas de sempre.
Apercebi-me que isto foi há 22 anos (!), sim vinte-e-dois, como é que é possível já ter passado tanto tempo e eu lembrar-me tão bem?! (Se calhar não tenho alzeihmer, como suspeito há meses).
Bom, serve este relato para situar a última vez que eu corri por iniciativa própria na vida.
De há uma ou duas semanas para cá, comecei a considerar ir correr... uma amiga disse-me que poderíamos ir correr juntas, uns outros amigos disseram-me para ir correr com eles, na sexta em Bratislava acabei por comprar um top de corrida na Marks&Spencer. Hoje estava aqui por casa e baixou o espírito de Mercúrio em mim e lá fui eu. Para começar com peso e medida, fiz só uma coisa muito simples. Andar 2 minutos, correr um, andar 2 minutos, correr um e assim sucessivamente. A corrida fez-se tão estranhamente bem que aumentei os minutos de corrida para 2. E pronto. Não fiquei a deitar os bofes pela boca, nem nada que se pareça, mas estava cansadita e transpirada, quando regressei meia hora depois. Que fique claro que quando eu digo "correr" é a minha própria interpretação do verbo que possivelmente coincide com o andar depressa do comum dos mortais. Não faço ideia quantos quilómetros fiz, mas devem ter sido poucos. De qualquer modo, fiquei mesmo muito satisfeita com esta façanha e uma vez que as minhas aulas terminaram já tenho com o que me entreter no Verão!

Sem comentários: