quinta-feira, 7 de abril de 2016

Thirty Dancing

Se a memória não falha ao caríssimo leitor, este ano foi dedicado ao signo da dança e Maria Calíope tem-se esforçado em cumprir esse desígnio de ano novo. Depois das aulas de dança do ventre e das aulas de tango, hoje foi dado mais um passo de dança... mas mais free style. Voltei a uma discoteca. Em conversa com colegas descobri que há discotecas aqui em Viena que dedicam um serão por mês a um público mais avançado na idade. E sendo o público-alvo pelo menos trintão, as horas de dança têm de ser compatíveis com o enquadramento laboral não só do próprio dia como do dia seguinte. Assim surgiu o conceito discoteca-after-work.
Supostamente as portas abrem às 19h, mas eu cheguei às 20h e qual não foi a minha supresa de dar com uma fila na entrada e a casa já estar bastante bem composta. Estamos a falar de uma discoteca grande com pelo menos 2 pistas de dança, um espaço ao ar livre e mais outro com sofás. Eu já lá tinha ido há uns bons 12 anos, por isso não consigo tecer comparações. Bom na pista principal passava música comercial com um par de anos em cima. Se eu rejubilei, abanando-me como podia com o Rhythm is a Dancer, recordando os Verões passados na Kadok, o ponto alto da noite foi o Pump Up the Jam e eu saltei directamente para as festas da Escola Preparatória e para os tempos da Bravo. A minha memória é prodigiosa porque ainda sei a letra to-di-nha! E lá dancei alegremente como se não houvesse amanhã. A pista foi enchendo cada vez mais e era complicadíssimo alguém deslocar-se de A para B. A fauna pareceu-me interessante qb, pelo menos não vi imberbes. Bom, com certeza será uma actividade a repetir, pois era mesmo isto que eu preciso de fazer de vez em quando dançar, dançar, dançar como se ninguém me estivesse a ver.

3 comentários:

Anónimo disse...

Podes partilhar quais são?
Sou definitivamente parte do "público mais avançado na idade" e ir a locais cheios de "canalha" deixa-me um tanto ou quanto "deprimida"....deprimida=alcool=ressaca de caixão à cova :D
Obrigada

MaryBee

Calíope disse...

MaryBee, sê bem-vinda aos Mergulhos! Nem reparei que não tinha dito onde tinha ida. Então, o Volksgarten faz esses eventos na primeira quinta-feira do mês e ao que parece o Le Meridien também organiza qualquer coisa semelhante na última quinta-feira do mês, mas aí nunca estive.

Anónimo disse...

Obrigada, tenho de ir conferir isso um dia destes ��

MaryBee