segunda-feira, 14 de março de 2016

Freak magnet XXVIII

Uns dias são melhores do que outros e há dias em que Maria Calíope acusa o facto de levar uma vida demasiado solitária, sem saber bem o que fazer para resolver esse problema. Sábado foi um desses dias e no regresso do cinema, pensava Maria Calíope no bom que seria sair dali e ir beber um copo com amigos ou outra companhia, à medida que descia as escadas rolantes e se encaminhava para a plataforma do metro. Nesse mesmo momento, alguém a aborda:

- Gosto do teu chapéu!
Maria Calíope - An?
- Gosto do teu chapéu! Acho-o muito cool!
Maria Calíope - Ah! Obrigado!
- Eu sou o Konstantin - disse o tipo esticando o braço/mão.
Maria Calíope - Maria Calíope! retribuindo o cumprimento.
- Hmm... para onde vais?
Maria Calíope - Acabei de vir do cinema.
- Ah! E que tal?
Maria Calíope - Fui ver o Hail Caesar, mas não gostei muito...
- Para além de veres filmes de que não gostas, o que fazes num sábado à noite.
Maria Calíope - Vou para casa.
- Olha, eu vou sair com uns amigos a um bar muito giro com gente fixe e tal. Porque não vens?!
Maria Calíope - Não!

O certo é que o bar era no caminho da minha casa e acabei por ir à conversa com o tipo o resto (duas estações de metro) do caminho. Às tantas, apercebi-me que o tipo me propunha aquilo que eu queria mesmo, ir beber uns copos e acabei por lhe contrapor que iria com ele ao dito bar, se não gostasse, voltaria para casa. O tipo ficou felicíssimo pela minha espontaneidade. Fomos ao encontro dos outros amigos e íamos à conversa. Ele tinha 20 (!) anos e achava que eu também!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! Quando lhe disse que era professora, ele atirou a minha idade para os 25, vá 28 e não se fala mais disso! O que me ri, estava a ser cantada por um miúdo que poderia ser meu filho! Entretanto apareceu o outro amigo, feitas as apresentações, ele perguntou ao outro quantos anos eu tinha (o que era tabu até esse momento) e o outro disse 20 e tal!!!!!!!!!!! À 10ª tentativa conseguiram acertar completamente incrédulos que eu tinha uns 35-37 anos, depois da pista de quando é que eu tinha terminado escola - deduzo que tenha sido sensivelmente na altura em que eles nasceram. Eu estava perdida de riso e ainda os acompanhei ao dito bar. Cheguei à porta e despedi-me da criançada. Afinal já não tenho idade para bares manhosos para estudantes onde jorra cerveja e vinho barato, mas a minha noite não poderia ter terminado melhor.
De regresso a casa, reparei que não posso ser acusada de esquistismo, afinal de contas no espaço de uma semana saí com dois tipos (ou vá mais ou menos) um de 47 e outro de 20, portanto qualquer alminha pode deduzir que estou a alargar o espaço de manobra, mas quer dizer, nem é preciso chegar aos finalmentes para eu tirar a minha equipa de campo!

Sem comentários: