quarta-feira, 23 de março de 2016

À janela

Não sei se o caríssimo leitor se lembra daquele episódio do Sex and the City, onde a Miranda andava a ser desprezada por causa do filho do tipo com quem andava. A última cena é ela a carregar rapidamente no botão do elevador quando o miúdo ia todo lançado para o fazer, dizendo ela que também adorava carregar no botão do elevador. Não foi por picuinhice e menos ainda por um tipo qualquer, mas realmente eu não gosto mesmo nada de me sentar noutro sítio que não seja à janela. Tento sempre marcar os meus voos com lugar à janela e quando isso não acontece é meio caminho para ficar irritada. Depois de um voo cancelado e outro atrasado, nem me passaria pela cabeça não ir no meu lugar à janela, quando me deparo com uma criança sentada no meu lugar com a mãe ao lado. A mãe tentou argumentar que lhe tinham dito que podia ficar ali (=no meu lugar), que o filho queria ver não sei o quê, que se mexia melhor, que iria dormir... tudo isso e mais alguma coisa. Eu impávida e serena não fui minimamente flexível e não abdiquei do meu lugar. A criancinha queria ir ali?! Mas eu também? Foi um semi bate-boca e eu fiquei boquiaberta comigo mesma por não ter vacilado nem um pouco e a senhora e a criancinha foram atazanar outras pessoas. Achei na altura que iria arder no inferno por não fazer o favor ao miúdo, mas bolas! não foi tirar-lhe um pedaço de pão, foi uma questão de preferência. Ele prefere sentar-se à janela e eu também. E era eu quem tinha esse lugar marcado. Ele e a mãe limitaram-se a ocupar o meu lugar. Um abuso! Nem mo pediram antes e eu mostrei-me intransigente. Nem sabia que poderia ser assim, mas fiquei com o meu lugar.

2 comentários:

Anónimo disse...

Concordo que näo foi fácil ...mas eu teria feito, exactamente, a mesma coisa !Sempre que possível ;janela.

Calíope disse...

Anónimo: Há situações e situações e até aposto que se me tivessem pedido ANTES de se terem apoderado do meu lugar, eu não teria sido capaz de recusar. Iria sentar-me à coxia e ia ficar furiosa comigo mesmo, mas teria com certeza cedido. Agora assim? Fiquei a sentir-me ligeiramente mal porque era uma criancinha, mas não acho que as crianças possam tudo e à coxia ter-me-ia sentido bem pior!