domingo, 7 de fevereiro de 2016

Rescaldo dos dias em Lisboa

- Insisti em conviver com (antigos) amigos que já não me dizem nada. A ver se é desta que tiro qualquer lição.
- Cedi a pressões para estar com pessoas cuja companhia receava e reconheci que quando há cumplicidade, amizade e alegria não há divergências laborais que se sobreponham.
- Vi amigos meus a vibrarem com conquistas minhas que de mim arrancam um mero "sim, é fixe!" ou coisa que o valha.
- Não me lembro de num passado próximo ter passado tanto tempo a brincar com bebés e crianças.
- Parece que tenho um Pós-Doc no meu horizonte.
- Fui ao Mercado da Ribeira e adorei o espaço!
-Voltei de Lisboa sem comprar um trapo para mim - a mala da Parfois foi só para descargo de consciência e não me dizerem que não invisto em Portugal.
- Em compensação, trouxe o Babel da Ana Aragão para casa!

Sem comentários: