segunda-feira, 22 de fevereiro de 2016

Futurologia

O desemprego a bater-me à porta e eu não estava em casa...

(Na verdade, acredito que todas as coisas têm o timing certo. Acredito mesmo.)

Sem comentários: