quinta-feira, 18 de fevereiro de 2016

Fogo-de-artifício

Das Feuerwerk


Fern ein Feuerwerk
leuchtet auf, verlischt, und dann -
Dunkel wie zuvor...

Terada Torahiko


Voltei ao dentista e desta vez copiei o poema japonês que ontem tanto me encantara. As coisas não acontecem por acaso, mas antes de me ter cruzado com o livro na sala de espera do dentista, já me tinha inscrito num curso de japonês. Depois de todas essas casualidades ocorreu-me não ir ao Japão este ano e deixar essa viagem para outras núpcias.

Sem comentários: