terça-feira, 29 de abril de 2014

Regresso à casa de partida

Acabaram por ser 15 dias no Brasil, quando no plano original teriam sido 13. Foi uma viagem irrepreensível, se exceptuarmos 4 voos em 5 muito atrasados/cancelados/alterados. A minha reclamação não tardará. Mas o que importa ressaltar desta viagem foi uma nova perspectiva sobre Brasil e brasileiros. Não é preciso me conhecer muito bem para saber que a impressão que eu tinha não era grande coisa, repleta de preconceitos que foram confirmados por uma primeira viagem em 2006 e todo um convívio com brasileiros locais. No entanto, in loco de novo, tudo mudou. Uma terra literalmente abençoada por Deus no que se refere à Natureza. Pessoas simpáticas, dadas e muito prestáveis. Não esperava nem metade. Claro que o espírito aldrabão ainda frequenta algumas ruelas naquele país imenso. No entanto, uma conta de restaurante inflacionada em duas semanas não é relevante.

Fico a dever-vos alguns episódios do arco da velha e outros mais normais do que se passou por terrae brasis, mas em breve relaterei as mesmas, ilustrando-as com fotos, se os queridos leitores aguentarem a provocação.

3 comentários:

Lois Lane disse...

15 dias noutro país.. Que maravilha!! E eu à espera de Outubro para ter férias...

PS: Com os números ainda me safo. Mas adivinhar as letras que aparecem na verificação de palavras é um terror!!!

Pimpas disse...

Mostra, mostra, fotos!

Calíope disse...

Lois: Desculpa pelos códigos, se te consola tenho o mesmo problema, nunca identifico as letras. Mas se retiro esse procedimento, recebo montes de spam.

Pimpas: Já tens hoje algumas!