sexta-feira, 25 de abril de 2014

Não me esqueci...

... nem sei como. E ele não me deixa.



A propósito, não há corpo brasileiro sem pelo menos uma tatuagem. Há de tudo para todos os gostos e eventuais desgostos. Tatuar nomes parece-me sempre muito arriscado.

Fortaleza, 24 de Abril às 23:36. (E acho que devia ter ficado lá em Jericoacoara)

Sem comentários: