quinta-feira, 20 de fevereiro de 2014

Recolha do lixo

Quando começo com grandes teorias sobre este mundo e o outro, costumo rematar o assunto com "tenho muito tempo livre para pensar", encolhendo os ombros. Algumas vezes ouvi como resposta "Se calhar deverias arranjar mais um emprego...". Hipótese sempre válida, mas face aos meus horários preenchidos só me sobrava a hipótese "homem da recolha do lixo" (os de Lisboa porque os de cá trabalham de manhã cedo, lá pelas 7 ou 8). 
Ao fim destes anos, consegui desencantar a ocupação perfeita, matando logo 2 coelhos entre as 10 da noite e a 1 da manhã - horário da recolha do lixo, lá está! Face ao susto da semana passada, resolvi impor-me uma disciplina militar para a redacção da minha tese. Precisamente. Das 10 às 1 durante a semana. Afinal nunca vou dormir cedo mesmo. 
Talvez o querido leitor já não se deixe levar pelas belas palavras de Maria Calíope, mas até ver, tenho seguido a rigor e sinto mesmo que desta vez é mesmo a sério. O plano está feito e vai ser cumprido.

Sabem quando sentem que a vossa vida está a andar? Pois, a minha está... e não é obra do acaso.
 

Sem comentários: