quarta-feira, 5 de fevereiro de 2014

184º - 186º momentos culturais - (Mais um) Especial Lisboa

Ainda em Lisboa mas a tentar matar uns coelhos com uma só chumbada, vamos lá passar em revista o que andei por aqui a fazer.

Teatro: Pobre Milionário
Não sabia que o Casino de Lisboa tinha um teatro. Não sabia que o Auditório dos Oceanos era no Casino. Surpreendeu-me a casa mais do que cheia e fiquei contente de ver pessoas a irem ao teatro. A escolha da peça não foi minha porque desconfio um pouco de comédias. Se calhar é de mim, mas receio não achar graça... e foi o que aconteceu, mas SÓ a mim. O público ria, gargalhava, batia palmas e eu sem perceber porquê. Era engraçado sim, mas previsível. Duas ou três piadas boas em mais de duas horas de teatro não me fazem chamar a peça de comédia.

Museu do Oriente: Histórias do Ano Novo Chinês
Uma daquelas coisas que eu descubro, nem leio tudo, mas já acho que vai ser super giro... e foi, se tivesse menos 25 anos! As histórias que ouvimos foram giras, mas a mim soou-me só a entrada, fiquei à espera do prato principal que nunca chegou a ser servido, quando já estavamos na sobremesa com papel de lustro vermelho e tesouras. Cortámos serpentinas de cavalos e recebemos o horóscopo para 2014! Descobri este agora que é bem mais simpático!





Futebol: Sporting - Académica
Parece-me que foi o último jogo de futebol a que fui assistir nos próximos tempos... Então eu é a segunda vez que eu vou ver o Sportingzinho-lindo-que-nunca-me-falha-e-que-está-a-fazer-uma-época-fantástica-melhor-defesa-melhor-ataque blablabla e levo com um ZERO a ZERO?! Aqueles mânfios andam a dormir? Uns 20 cantos e não há um golinho para a amostra? A Académica fez um belo jogo, isso sim, mas do meu Sportingzinho esperava que conseguissem pelo menos aproveitar a perda de pontos do Benfica e Porto e saltassem para o 1º lugar... não, nada... e ainda tive de ver homens digníssimos a transformarem-se em criaturas iradas de cujas bocas só saiam impropérios. É sempre assim que vou ao futebol, claro, mas talvez por desta vez me ter sentado em plena bancada central, estava rodeada por homens bem mais velhos e que nunca imaginei tão rapidamente transtornados por dá cá aquela palha.
Engraçado foi o protesto no formato 3 minutos de costas para o jogo contra a palhaçada que foi o atraso do jogo do Porto para a Taça da Liga com direito a cereja no topo do bolo, ou seja, penalty aos 96º, que assim eliminava o Sporting de prosseguir na prova. Eu só não protestei porque estava a mandar um sms e toda a gente sabe que eu preciso pelo menos 10 minutos para escrever uma mensagem!


Sem comentários: