quarta-feira, 10 de dezembro de 2008

Voz off

Andrea la Liberté, Femme elegante III



Conheço imensa gente que gostaria de ter uma banda sonora constante em todos os momentos da sua vida. No outro dia, dei por mim a pensar e o que eu gostaria mesmo de ter era um narrador na minha vida. Daqueles narradores omniscientes, que relatam, comentam, analisam, julgam, prevêem, acertam e essas coisas todas!

segunda-feira, 8 de dezembro de 2008

American Boy

Durantes anos a fio, foram paredes, dias, noites e todos os instantes vagos que este senhor me ocupou.

Joey McIntyre

Hoje, mais de 15 anos depois, apareceu-me pela frente... bom, não era ele, mas poderia ser :)

Era um compatriota da mesma costa americana, mas que em vez de ingressar numa boyband, estudou mais uns quantos anos e actualmente dá aulas de música em Abu Dabi. Mas igualziiiiiiiiinhoooooooooooooo ;D

Ainda bem que eu tinha um guardanapo à mão porque eu babei, rebabei e tribabei... há coisas que nunca se esquecem e poderia ter passado horas a observá-lo... Vá lá que no meio de tanta baba e pensamento mefistofélico, consegui articular meia dúzia de frases e manter a conversa possível, sem ter líquidos a escorrer pelo pescoço ;)

Este tipo de visão energética pode não servir para nada, mas pelo menos, para mim, serve-me como garante de que há imenso peixe no mar e que a minha causa não está perdida... Mais do que isso, há muitas mais mães com filhos bonitos do que eu poderia pensar.


sábado, 6 de dezembro de 2008

Fuga à realidade (ou talvez não)




Porque a vida não é linear.
Porque as coisas não são o que parecem.
Porque às vezes não sabemos o que queremos ou sabemos e preferíamos ignorá-lo.
Porque os finais felizes estão mal temporizados, não se tratam de finais, mas sim de entrementes.
Porque todos temos os nossos genes neuróticos residentes.
Woody Allen porque sim.

quarta-feira, 3 de dezembro de 2008

Em cima do salto XI

Elena Feliciano, Asian Pearl Floral Stiletto

"Se não tiveres a capacidade de te levantares quando cais, ficas lá no chão... não te levantas...
E para te levantares tens de ter espírito de sacrifício, preserverança e acreditar em ti, mesmo quando mais ninguem o faz"
(José Reis)