quinta-feira, 22 de maio de 2008

Couch potato

De há uns tempos para cá tenho vindo a sentir uma inércia crescente. Parece que as minhas (imensa) energia e (hiper) actividade foram sugadas e perdidas no infinito. Assim a pouca vontade ainda residente conduz-me tendencialmente para o sofá. Descobri estranhamente o mundo maravilhoso da sorna à frente da televisão. Não é preciso mexer quase nada e pensar menos ainda. A única preocupação é encontrar um programa minimamente interessante quando o no ar acaba, ainda que, regra geral, acabe por adormecer independentemente da hora do dia.

segunda-feira, 19 de maio de 2008

Encontre as diferenças

1. Hmm, é simpático...
2. Uaauuuuu!

quarta-feira, 14 de maio de 2008

Enfermeiro precisa-se!

Estou doente... ando há dias a fingir que já estou melhor, mas não. Deus não dorme... e eu também não... com tosse, espirros, garganta arranhada, ida à casa-de-banho, tomar medicamentos e tudo muito bem alternado com pseudo-pesadelos...


Preciso de quem me faça um chazinho, que mo traga e que saiba o que é que eu preciso de tomar... caso contrário, lá terei eu que arregaçar as mangas... ou seja, nada de novo.

domingo, 11 de maio de 2008

E quando a vontade própria não chega?

O meu gene residente 'Paulo Coelho' deve ter ido de férias e esqueceu-se de fazer o requerimento...

Trish Biddle, Bordeaux Lounge

Parece-me que com mesmo muita boa vontade, jogo de cintura e mezinhas qb, nem tudo do que precisamos está 'cá' dentro... infelizmente.



domingo, 4 de maio de 2008

Jogatana

Talvez por influência do meu meio profissional, o certo é que dei por mim a pensar que uma maneira de aumentar as probabilidades de ganhar será aumentando o valor da aposta, ter jokers, Ases na manga ou fazer apostas duplas, triplas ou múltiplas.


Será que isto também se aplica a outros contextos da vida? Não sei! Mas não tentando, a derrota é mais do que garantida, ou pior do que isso, o marasmo. Porque às vezes é melhor perder do que nem sequer tomar parte, eu faço a minha aposta e subo a parada!