sexta-feira, 29 de fevereiro de 2008

Bissextem-me!

É com pena que vejo Fevereiro acabar, mas que acabe em grande e em cheio com um dia extra. Ainda hoje calculei que se não houvesse um dia 29 de quatro em quatro anos ao fim de 100 anos tínhamos quase um mês inteirinho repleto de 29s de Fevereiro.

Nunca tinha pensado nisto a sério, mas a ter um 2º dia preferido no ano seria forçosamente o 29 de Feveireiro (mesmo com a fortíssima candidatura do 4 de Março). Por algum motivo que ainda me é alheio simpatizo imenso com o mês pequerrucho, não sei porquê tenho a sensação que costuma ser no segundo mês do ano em que tomo com alguma frequência decisões importantes para o decurso da minha vida. Com o passar do tempo vamos ver se este foi um desses meses de Fevereiros. Se tudo o que é raro tende a ser valioso, deixem-me aproveitar este precioso dia 29! E conversamos mais em Março!

Ona, Amanda

quinta-feira, 28 de fevereiro de 2008

Pedritas

Pedras no caminho há em qualquer vida, seja ela de luxo ou não.

A importância que se dá às respectivas pedras é directamente proporcional à qualidade da vida que se tem para além delas.

Ona, Danceuse assise

Se se lhe dá importância a mais, o caminho depois da pedra deixa de existir, pois a pedra ofusca e obstrui tudo o resto.

Se não se lhe dá importância nenhuma, a marcha continua, mas ela fica ali a moer e a remoer e talvez a fazer mossas.

Dar-lhe a devida importância e erradiá-la do nosso caminho, reduzindo-a a pó, dando-lhe um chuto ou coleccionando-a num bolso, parece-me o mais sensato. Identificar problemas e eliminá-los, testa-nos, enrija-nos, refina as nossas competências e prepara-nos para a pulverização de pedras futuras!

segunda-feira, 25 de fevereiro de 2008

Vidas de luxo II


Não sei se é do sol, das unhas vermelhas ou do chá de baunilha com rum, mas as minhas suposições dos últimos dias confirmam-se, a vida sorri para quem sorri para ela, sem deixar de arregaçar as mangas e deitar as mãos ao trabalho... sim, de unhas pintadas e sem as deixar lascar! :)
Não é só para quem pode, mas sim para quem quer e especialmente para quem faz por isso!

Ona, Clair de lune I

quinta-feira, 21 de fevereiro de 2008

Virada para a lua


Nasci com o rabo para a lua, não há registos, ninguém mo disse, mas desconfio que sim.

Frau im Mond

Depois de ter a possibilidade de dar voz a uma companhia aérea europeia, fui hoje convidada para uma entrevista radiofónica no âmbito do Euro 2008. Pode não ser nada de especial, mas o entusiasmo com que encaro este tipo de nova experiência, ilumina-me os dias e parece fazer atrair mais experiências extraordinárias. Acredito piamente que os dias reflectem a atitude ou a falta dela que erradiamos.
Se calhar ando resplandecente e não sei... em caso de dúvida, usem óculos escuros...
E já agora hoje há eclipse da lua... ou coisa que o valha!

terça-feira, 19 de fevereiro de 2008

Dias de sol

Quando as noites são bem dormidas e quando o sol brilha, quando gosta do que se faz e quando se fazem coisas com gosto, quando se tira partido das oportunidades que a vida dá e quando a vida corresponde ou supera as nossas expectativas, posso concluir que sou uma privilegiada.

Swing
Se ontem surgiu-me um tão curioso como inesperado convite para enriquecer o meu cv com uma experiência na área da locução que será ouvida por milhões;


Se hoje oiço um "conheço um fan teu" de um colega acabado de conhecer que trabalha em outra área da empresa localizada em Gibraltar;


Será que tenho mesmo razões para me queixar?!


Eu acho que não... e mais vou aproveitar a conjuntura positiva para arregaçar as mangas e lançar-me em direcção a novos projectos e novos horizontes!

domingo, 10 de fevereiro de 2008

Varridelas

Chegada hoje a casa, resolvi dar uma volta ao meu guarda-fatos e à minha secretária, dois pontos críticos e que por alguma razão têm um qualquer poder magnético. Até ver, consegui encher uns sacos de roupa e uma papeleira, mas o mais interessante é dar uma volta aos meus papeis pois encontro lá sempre bocadinhos de mim.

Este é no mínimo curioso:

"Vassoura nova varre sempre bem"


Para os caros leitores que possam ter estranhado a minha mudez, fica a satisfação de ter estado de férias e tentado manter-me ao largo da civilização.
Jessica Mayba, Golden Robe