quarta-feira, 30 de janeiro de 2008

Ai, ai, ai! Agarrem-me...


... mas prefiro que venham comigo!


Ensandeci de vez ou talvez não. A notícia chegou fresca pela manhã entre um olá-bom-dia e o café com leite acabadinho de tirar da máquina. Os NKOTB estão de volta... O quê? A sério? Não posso!

À hora do almoço, dei uma vista de olhos pelo DN e curiosamente e para minha imensamente grande surpresa, vindos directamente da dobra da décade de 80 para 90 os NK parece que estão de volta. As letras multiplicam-se, mas sumo que é bom não há mais. A dosagem de vitamina C foi suficiente para colar o url nas janelas do MSN mais próximas e avisar já que vamos todas ao concerto (quando e onde são pormenores).

Para quem se lembra, eu andava com uma 'foto' destas emoldurada sempre atrás.



Meia eléctrica, meia tentando ser responsável e sensata e tentando continuar a trabalhar, não pude deixar de pensar e de trocar ideias com algumas das minhas interlocutoras. Já se passaram cerca de 15 a 20 anos... é inacreditável no tempo que eles me consumiram, a ouvir música, a ler revistas, a cantar as letras de cor, a escrever cartas, a ver vídeos e concertos televisionados, a aprender línguas para contactar outras fans, a trocar posters, a comprar merchandising, a organizar material, a forrar pastas, a pendurar posters, a querer saber mais, a arranjar contactos, a acreditar num concerto em Portugal, a imaginar uma vida fora de Portugal e a sonhar em conhecê-los mesmo. Não dou por um único momento perdido, nem os tostões foram em vão.

Grande parte de quem eu sou hoje tem raiz nesses crédulos anos. E para já era só mesmo um 'obrigado'...



Mas tanto tempo passado, o que é que eles têm para nos oferecer? Nem preciso confessar o meu entusiasmo, pois ele é mais do que óbvio, mas a curiosidade está prestes a conseguir superá-lo.

A ver vamos o que o futuro nos reserva, pois este super presente descambou em mim a cantarolar alegremente:

I have heard of true love

that lasted forever

I guess there is a way...



e espero que o meu Joeyzinho não tenha casado com aquela parva da Andrea Page Wilson! ;)

terça-feira, 29 de janeiro de 2008

Imagens

Um dia destes devia estar aborrecidíssima em casa no auge da lide doméstica, pôr a roupa a lavar, lavar a loiça, estender a roupa, arrumar a loiça, dobrar e arrumar roupa. No meio disto tudo perguntei e à falta de melhor assunto, perguntei a um amigo meu online o que ele achava que eu estava a fazer.
Ele muito despachado disse que pela hora devia estar a beber um martinito enquanto pintava as unhas.

Não pude deixar de emitir uma gargalhada sonora e estridente. Às vezes é inacreditável ou melhor louvável e motivador a imagem que as pessoas/os nossos amigos têm de nós. Já não me lembro se na ocasião fiz questão em repor a verdade dos factos, mas o certo é que foi a lufada de ar fresco que a pseudo-faxineira que há algures em mim precisava!

quarta-feira, 23 de janeiro de 2008

Em cima do salto VI

Elena Feliciano, Forget Me Not Stiletto


Se a vida lhe dá cartas más, saiba, pelo menos, jogá-las bem!
Fica tudo na sua mão.

segunda-feira, 21 de janeiro de 2008

Em cima do salto V

Yellow roses stilletos
Why be pretty
if you can be
GORGEOUS?

domingo, 20 de janeiro de 2008

Aquecimento


Kimmy Han, Perfect Black Dress
A época dos bailes aproxima-se e eu passei grande parte do sábado a experimentar trapos para me preparar para tais eventos. No entanto, como a busca foi frutífera, entusiasmei-me e cheguei a casa com outros modelitos para outras tantas ocasiões.

quinta-feira, 17 de janeiro de 2008

Eu sou uma visionária!

Tenho dormido mal e de 4a para 5a é sempre a pior noite da semana...
7:30 - Toca o despertador

8:00- Eu apercebo-me que o despertador está a tocar.Posso dormir mais 10 minutos.

8:10 - Se forem mais 10 minutos ninguém se aborrece e eu estou cansada.

8:20 - Já passaram mais 10 minutos? Oh então pronto... acordo à meia hora.

8:30 - Mais 15 minutos e não se fala mais nisso!

9:00 - Bolas! Já são 9... e ainda tenho de preparar o resto da aula.

9:30 - 11:10 - Tomar o pequeno almoço; coser um botão do blaser; preparar as aulas...

Só queria que já fosse de noite para este dia já ter passado

11:10 - 11:50 - Ir ao supermercado comprar uma sandes para comer algures durante o dia, ir para a faculdade

12:00 - 13:15 - Kulturkompentenz: "A aula acabar hoje 15 minutos mais cedo para podermos comer qualquer coisa antes da formação sobre as bases terminológicas".

13:30 - "A aula de Mündliche Kommunikation é hoje no Medienlabor II".

13:40 - Formação sobre o MultiTerm. Espero que tenha recebido o meu e-mail. "Tenho de sair às 14:30 porque tenho de ir à Comissão Pedagógica...

14:28 - Dor de barriga. Procurar o gabinete da Comissão.

14:33- "Qual é o seu método de ensino de Gramática?" (...)Vamos analisar o seu conceito e até ao fim do mês damos-lhe uma resposta." "Mas desde quando é que há mais candidatos?!!!"

14:45 - O resto da formação...

16:37- "Desculpe, mas preciso mesmo de ir..."

Esta gente está doida... só pode... ao fim de 3 semestres de dar aulas na faculdade é que é feita a entrevista para o lugar

17:49 - 21:03 Aulas de português

21:26: Ao passar pelo café ao lado de minha casa, o dono estava à porta e soltou um:


IMMER ELEGANT! :)


Casa, finalmente casa! Confirma-se! Eu sou mesmo visionária :)

Keith Mallet, Enigmatique

segunda-feira, 14 de janeiro de 2008

Motivação em estado bruto

Se parece que eu tenho andado um pouco sobrecarregada pelos meus mundos laborais, acalmem-se as mentes mais inquietas, pois eu vergo, mas não parto e melhor do que isso: nunca me esqueço dos SALDOS :D

Faça chuva ou faça sol, saldos são saldos e quando superam os 50%... ai! A carne é fraca! Mas neste momento tem mesmo é frio e precisava mesmo daquele trapito que não tapa nada, mas que cai que nem uma luva! ;)
Acabei de descobrir um comportamento que volta e meio repito neste tipo de saga.

Quando um empregado de loja tende a não ser devidamente simpático e especialmente prestável (= a sua função) para comigo, desarrumo mais peças de roupa do que costumo e não volto a pôr as coisas no sítio.

Numa leitura literal dos factos poderia ver-se uma vingançazinha baratuxa por parte do cliente (=eu) mas numa análise profunda dos factos, eu estou, na verdade, a permitir que aquela pessoa sem sentido de dever ou do cumprimento das suas funções tenha a possibilidade de aprender e, mais do que isso, manter o seu posto de trabalho!

quarta-feira, 9 de janeiro de 2008

E ao 8º dia...

Se antigamente não se pronunciava o nome do diabo para que ele não fosse chamado, eu vou fazer uso do mesmo poder mágico das palavras e digo agora que este ano vai ser rechonchudo e repleto de experiências positivas, engrandecedoras e reconfortantes para mim e obviamente para o círculo que me envolve, porque as coisas ou são feitas em condições ou não são.

Augusta Asberry, Samburu in Beaded Earrings
Pronto. Já disse!

segunda-feira, 7 de janeiro de 2008

Uma pena


Está cientificamente provado por mim mesma e pelas minhas experiências do arco da velha que se há coisa que não coisa que não resulta em 2ª mão são as experiências do foro afectivo.


Toda a gente sabe que todos os gajos estudaram a mesma cartilha no infantário, mas quando nos toca a nós, claro que não há experiência em 2ª mão que se aplique, pois o nosso caso é sempre completamente diferente... se não o for é porque ninguém nos percebeu na totalidade.


É pena não podermos livrar pessoas de quem gostamos de tormentas pelas quais nós próprias tivemos de passar em curvas mais apertadas da vida e que não recomendamos a ninguém.


É pena não conseguirmos assimilar conhecimento pela experiência de outros pois assim seriam poupadas muitas lágrimas, outras tantas mágoas e um palmo de cara de pau.



Les femme superflues

sexta-feira, 4 de janeiro de 2008

Opções


Será melhor tomar decisões erradas ou andar enfadada e conformadamente à deriva?