segunda-feira, 29 de janeiro de 2007

You can leave your hat on!

Pode haver muitas razões para se enfiar um barrete, possivelmente, as minhas são :
a) frio
b) vaidade
c) carácter
d) NS/NR
e) outro

sábado, 27 de janeiro de 2007

Conversas soltas III - vamos ao circo?

A: Als ich Ihnen gesehen habe, habe ich mir gedacht: Sie war es! Aber ich habe mich nicht getraut mit Ihnen zu sprechen... dazu, könnte meine Frau jede Moment ankommen! *

B: Ahahahahahhaahahhahahah! :D

*A: Assim que a vi, pensei que era a pessoa certa! Mas não me atrevi a falar consigo... até porque a minha mulher poderia aparecer a qualquer momento!

quinta-feira, 25 de janeiro de 2007

Afinal o Inverno tardou, mas sempre chegou


Pareceu-me constactar que quando fico doente fico pior que um homem... ainda não há conclusões e há a hipótese de serem meros boatos!

segunda-feira, 22 de janeiro de 2007

É tão simples...

Os vencedores estão simplesmente dispostos a fazer aquilo que os falhados não conseguem!

domingo, 21 de janeiro de 2007

Conversas soltas II - o poder do magnetismo

(...)
A: Olha, desculpa, posso tirar uma foto contigo?
B: An?! Sim, claro... mas porquê?
A: [ri-se com o ar mais feliz do mundo]
(...)
A: Desculpa lá outra vez... o meu amigo também queria tirar uma foto contigo...
B: [risos] Sim pode ser...
C: Obrigado, obrigado.
B: Olhem que eu não sou famosa... se calhar estão a confundir-me com alguém!
[risos]

Viena do quê?

Há quem me lembre constantemente que vivo numa das cidades mais bonitas da Europa e num dos países mais civilizados do mundo (é isso, não é? Se não for, corrijam, sff.).
Às vezes, muitas vezes, tenho a oportunidade de comprovar isso mesmo e acrescentar mais uns pozinhos à lista de razões que me fizeram ficar.
Com uma mera nota de 5€, pode-se ir ver uma ópera/ um ballett ao vivo na principal ópera da cidade, já incluindo o preço do bengaleiro e até uma pequena gorjeta.

Hoje, como me devo ter portado bem, tive direito a ver dois bailados em vez de um e não me cobraram o bengaleiro. Despesa da noite: 3,5€

Incrível, não? Se tivesse ido beber um copo uma nota dessas não chegava com certeza.

quinta-feira, 18 de janeiro de 2007

Época de exames


Foi inaugurada hoje na minha carreira de docente a época de exames universitários.

Prof: Correu-lhe bem a prova? Achou difícil?
Aluno: Sem estudar não dava para fazer esta prova... mas também não era daquelas impossíveis!!!

Antes de ter começado a corrigi-los, parece-me que o saldo já é positivo!

Eu não sou professora de Matemática.

quarta-feira, 17 de janeiro de 2007

Conversas soltas


A: Olhe para a sua cor... parece mesmo uma indiana... mas há qualquer coisa que não bate certo.
B: Eu não sou indiana...
A: Mas olhe para a sua cor... é que parece mesmo, apesar do seu comportamento não conferir com o das mulheres indianas. É diferente!
B: O meu comportamento?! Como é o comportamento típico de uma mulher indiana?
A: As mulheres indianas são mais recatadas, muitas não sabem nadar, andam em grupo e têm vergonha de si mesmas...
B: Ah! Não confere mesmo! :D

terça-feira, 16 de janeiro de 2007

Consumismos crónicos

Se há coisa que me deixa doida são os saldos.
Fico fora de mim, transfiguro-me, não me aguento...
Em Lisboa já tinha percursos fixos... aqui vivo numa das ruas mais movimentadas a nível comercial.

Alguém que me agarre... é que já vi o cartaz dos 70%!!!

domingo, 14 de janeiro de 2007

Vendida!


Acho que todos nós temos o seu quêzinho de meretriz, ou seja, há sempre um preço pelo qual nos fazemos vender, que é como quem diz, os nossos serviços, as nossas prestações, a nossa mão-de-obra ou mesmo a nossa presença.
O segredo é a alma do negócio.
Em vez de nos substimarmos, subamos antes o preço e há-de haver de certeza quem esteja disposto a pagar!

Boas vendas!

quarta-feira, 10 de janeiro de 2007

Cheiro de Primavera

Encontre o intruso:

9 horas e picos
12ºC
sol radiante
céu azul
10 de Janeiro
roupas claras e frescas
passarinhos a chilrear



Fui invadida pelo espírito primaveril. O sol irradia luz e eu reflicto... já sinto o fervilhar da natureza em flor... há qualquer coisa que anda no ar ou então há qualquer coisa que não bate certo.

Solução: 10 de Janeiro.

segunda-feira, 8 de janeiro de 2007

Propósitos 1

Foram precisos quase 7 dias para que eu fizesse o balanço de 2006. Bem resumidinho: desiquilíbrio foi o que imperou. Por isso para os propósitos para 2007, vou começar a equilibrar e em vez de despejar aqui dúzia e meia de propósito, vou dividir o mal pelas aldeias.

1. Sair sempre de casa como quem vai para uma festa: animada, linda, maravilhosa e brilhante e acima de tudo pronta para tirar o máximo de proveito e divertir-se ao máximo. (E isto aplica-se mesmo que seja para ir abrir o correio!)

2007, o ano mágico!

quarta-feira, 3 de janeiro de 2007

Mala de cartão

Há precisamente 4 anos coloquei quase 30kg da minha vida numa mala e encaixotei 20kg de livros. Foi uma viagem que ainda não teve regresso, mas que entretanto já passou por muitos aeroportos e estações de comboio.

Se agora quisesse voltar a partir... a mala e o caixote já me serviam de pouco... por isso vou ficando.