sexta-feira, 22 de dezembro de 2006

Manifesto a favor da abolição do Natal do calendário


Após a minha franca animosidade em relação às festividades de Ano Novo, resolvi agora antipatizar com outra data tradicionalmente festiva, o Natal.
A meu ver o Natal devia ser abolido do calendário porque:
- São poucas as pessoas que vivem verdadeiramente o motivo que deu origem ao mesmo. (Se precisou mais de 2 segundos a pensar em qual era o motivo, só me está a dar razão).
- O comum dos mortais é metamorfizado num monstro (ainda) mais consumista 'porque claro que vou dar uma lembrancinha àquela senhora muito simpática que me ajudou naquele momento blá-blá-blá'.
- É impossível andar no raio de 10km de uma zona comercial sem utilizar os cotovelos para progredirmos e atingirmos o nosso destino.
- Poupamos os nossos ouvidos a melodias atrozes de tão comerciais, repetitivas e lamechas como 'Last Christmas' do George Michael ou 'It's Christmas time' da Band Aid.
- Escusamos de usar o sorriso amarelo e fingirmos que somos todos muito felizes e que gostamos todos muito uns dos outros só porque é Natal.
- Poderíamos ser nós próprios a renovar o nosso stock de velas, meias e coisas afins com as quais somos bombardeados nas trocas de presentes comuns à época.
- E para aqueles que não podem ver doces à frente, escusavam de pôr uns quilinhos em cima...

E acho que chega.

terça-feira, 19 de dezembro de 2006

Berg auf! *

Estou a inaugurar um novo capítulo da minha história. Ainda não tem nome, mas para que eu não me esqueça do moto, vai ficando como 'novas experiências a caminho do topo' até arranjar-se qualquer coisa melhorzita. Dois anos é o prazo.

Amanhã vou patinar no gelo... só espero que alguém me agarre!

* Montanha acima!

terça-feira, 12 de dezembro de 2006

São rosas, senhor, são rosas...

Não devia haver motivos para que se dessem flores
Porque ainda melhor do que dar flores sem motivos
É recebê-las! :)

Obrigado!

domingo, 10 de dezembro de 2006

Polimento

Há dias assim, em que precisamos uma bela escovadela ao corpo e à alma...

sexta-feira, 8 de dezembro de 2006

Ilusões


Nobody said it was easy
Oh it's such a shame for us to part
Nobody said it was easy
No one ever said it would be so hard

I'm going back to the start

The Scientist - Coldplay




Há coisas que não nos matam,
mas em vez de nos tornarem fortes,
moem-nos,
consomem-nos as energias positivas
e não nos levam a lado nenhum.

terça-feira, 5 de dezembro de 2006

Festa de arromba!

Somos nós que fazemos uma festa, mas bons convivas, boas conversas, boa música, boa comida, boa bebida e um bom motivo podem ajudar muito!

sexta-feira, 1 de dezembro de 2006

Look who came for dinner!


Ter companhia é apurar o gosto do que já é bom... tal qual a rodelinha de limão no gin tónico!