segunda-feira, 24 de abril de 2006

A arte de esperar

Se há coisa que qualquer mulher que se preze ignora é saber esperar. Não por ser nenhum orgulho, mas sim por falta de aptidão e de capacidade.
Esperar não é o mesmo de ser paciente. Ser paciente é apenas aguardar a sua vez. Pelo contrário, esperar é contar minutos, é corroer-se, é consumir-se, o tempo não passar e não acontecer nada.
Muito comum é fingir que não se espera pela chamada, pela mensagem, pela campaínha, pelo postal, pelo raio que o parta... E então nada melhor do que se entreter com qualquer coisa que por mais interessante que seja não consegue absorver o cérebro na sua totalidade. Pode-se fingir imersa em determinada actividade, mas por mais interessante que a actividade seja, o objecto da espera continua a tilintar no cérebro, torturando-o... Não mata mas moi e muito!
Conselho a dar: Não sei, eu sofro desta doença... mas acho curioso ver o que se passa na variante masculina.
Se calha o acaso de um homem estar à espera de qualquer coisa, ele não espera, mas sim vai fazer outra coisa (que pode ser tão interessante e profundo como: o jogador X sofreu uma lesão e não vai poder ir ao Mundial ou acho que aquele arranhão na porta do meu carro não estava ali ontem) e esquece-se que está à espera do que quer que seja. Daí que quando o objecto da espera apareça é uma grande surpresa, se não o fizer, também não há problema nenhum pois ele já se esqueceu por completo!

sexta-feira, 21 de abril de 2006

Dias de sorte!

Depois de uma não muito longa, nem muito profunda reflexão decidi que o meu frigorífico estava extremamente necessitado de ter uma garrafa de martini rosé nas suas prateleiras. Se três foi a conta que Deus fez, um rosso e um bianco não chegavam para preencher as medidas.
Toda contente porque até há uma promoção dos mesmos num dos supermecados locais, eis que me pus a caminho no sentido de aliviar a tensão do meu frigorificozinho.
Já com a garrafa debaixo do braço (- 1,50€, + um copo muito giro da série limitada deste ano), qual não é a minha surpresa quando vejo na prateleira dos cereiais... CLUSTERS!!!
Eu nem podia acreditar nos meus olhos! Os Clusters são uns dos meus cereais preferidos, mas há cerca de seis meses sairam de circulação... não havia sítio onde os encontrar... e agora assim de repente... tal como um passe de magia e a preço competitivo! Peguei logo em dois pacotes e vim para casa radiante da vida com as minhas belas compras!

domingo, 16 de abril de 2006

SMS

Olá X!
Tudo bem? Planos para hoje à noite? Se não tiveres, encontramo-nos para beber um copo, ok? Pode ser às 21h e tu escolhes o sítio. Até mais logo!Beijinhos, Y

Qual a resposta possível?

segunda-feira, 10 de abril de 2006

Qual o seu grau de magnetismo?

De acordo com um estudo da Universidade de Idaho, grande parte das mulheres não sabem utilizar a sua capacidade magnética, simplesmente por desconhecerem o facto de possuir tal faculdade. (Os resultados para o mesmo estudo, mas referente à versão masculina serã apenas publicado no Outono de 2006). Aqui nos mergulhos fonológicos, estamos sempre com um olho no burro e outro no cigano e não nos poupamos no sentido de melhorar a vida dos nossos leitores. Assim, concebemos um teste* de rápida execução, para que possa descobrir que afinal há e sempre houve poderes mágicos em si.
Responda com sinceridade (sim/não) às seguintes perguntas limitando-as temporalmente a um período específico da sua vida (max. 1 mês).
1. Recebeu flores.
2. O seu ex-chefe resolveu flirtar um pouco consigo.
3. Um colega seu veio dizer-lhe que esteve a comentar com outro colega (que concordou) que a sua versatilidade lhe imprime um charme fora do vulgar.
4. Subitamente tem vários conhecidos a oferecerem-lhe bebidas.
5. Um desconhecido (normal +) passa por si no metro, volta atrás e convida-a para sair com ele.
6. Parte alguns corações ao sair de uma festa sem se despedir.
7. Um antigo projecto de conquista convida-a para a inauguração do seu novo apartamento.
8. Os seus amigos dizem-lhe que está óptima, super fashion e a emitir energias muito positivas.
9. Em várias ocasiões dá por si rodeada e a conviver com uma série de tipos giros, bem-humorados e eloquentes.
10. Num espaço de um minuto cumprimenta 6 tipos (++) com o total de 18 beijinhos!

Contabilize os seus resultados, contando o número das respostas positivas. Confira os resultados:

1-4: O seu iman está um pouco fora de uso, mas não se preocupe pois há soluções. A primeira é concentrar-se em si mesma. Trate-se, mime-se e não poupe esforços, pois você vale a pena!
5-9: Linda, maravilhosa e vitaminada! Com certeza que o seu clube de fans já tem pedidos para abrir filiais. Continue a emanar energias positivas, pois já sabe que what goes around, comes around!
10: Jackpot! Melhor ainda, floreada-magnético-poderosa!!!Palavras para quê?! Você sabe que pode e pode mesmo! :)

* Este teste teve o patrocínio de Cadela Com Cio.

terça-feira, 4 de abril de 2006

E se um desconhecido lhe oferecer flores...

... pode ser eventualmente um anúncio para um desodorizante qualquer, mas o mais provável é que não seja. Por isso, aproveite o momento!
Se há coisa que toda a gente gosta é de receber flores e o quanto mais inesperado for, melhor!
Ontem fui presenteada com um lindo ramo e obviamente não estava nada à espera e nem acho que tenha feito nada de especial para o ter merecido (não que seja preciso um motivo para que sejam oferecidas flores).
Não foi só o facto de ter recebido flores que me deixou contente, mas parece-me que andar com um ramo de flores de um lado para o outro nos dão poderes mágicos. As pessoas olham e ficam a pensar por que razão determinada pessoa anda com flores debaixo do braço, com certeza terá feito qualquer coisa de extraordinário ou será simplesmente especial...
Enfim... se um desconhecido (ou não) lhe oferecer flores, aceite-as!